Como liderar uma equipe: saiba como gerir pessoas e atingir resultados

Você sabe como liderar uma equipe? Essa pergunta, aparentemente simples, é um dos principais desafios das empresas. Por quê? A resposta é simples: para ter sucesso, é preciso motivar e engajar pessoas — e isso só é conseguido quando o gestor tem o perfil adequado.

Essa é a prerrogativa básica. No entanto, é preciso ir além para conquistar vantagem competitiva. É aí que surge a liderança dinâmica, um modelo mais flexível e que permite alcançar melhores resultados no seu negócio.

Quer conhecer melhor esses conceitos e entender como eles interferem no alcance dos seus objetivos estratégicos? Continue lendo e saiba mais!

Afinal, o que é liderança?

A liderança consiste na capacidade de direcionar pessoas e conduzir um grupo para alcançar determinado objetivo, como a resolução de um problema complexo. No ambiente do design, esse trabalho ainda consiste em incentivar a equipe a pensar diferente, ser criativa e atingir um patamar de inovação.

Entender esses aspectos é o primeiro passo para saber como liderar uma equipe. A partir deles, o profissional responsável consegue adaptar seu modelo de gestão, de acordo com o que as pessoas e as empresas esperam,o que impacta diretamente no desempenho do negócio.

Aqui, você pode estar se perguntando: onde fica a liderança dinâmica? Esse é um conceito ainda novo, que representa uma modificação do modelo de gestão para criar conexões melhores e atender às demandas de um ambiente complexo, como é o espaço corporativo.

Dentro desse contexto, o Design Thinking surge como alternativa para aperfeiçoar o papel do líder e gerar novas ideias. Assim, são propostas soluções diferenciadas para construir o futuro esperado pela companhia.

Como um bom líder traz benefícios para sua equipe?

Uma empresa depende de vários fatores para ter sucesso. O desenvolvimento de lideranças é apontado como o mais importante para 76% dos entrevistados da pesquisa Delloite. Em seguida, vêm o gerenciamento de talentos e a criação de uma cultura de alta performance, com 72% cada.

Ao mesmo tempo, 91% entendem que os líderes estão desalinhados com a visão e os valores da empresa, e 70% acreditam que poucos são vistos como inspiradores e justos. Esses dados (da pesquisa KPMG) demonstram que nem todos sabem a melhor forma de liderar uma equipe.

Quando esse objetivo é alcançado, vários são os benefícios obtidos. Entre os principais, estão os que listamos abaixo.

Motivação

Um líder que incentiva os profissionais e alinha os objetivos da empresa aos da equipe é capaz de motivar os talentos. Isso porque ele mostra que todos são importantes e como cada indivíduo contribui para o sucesso organizacional. Entram, aqui, as iniciativas de feedback.

Referência

O gestor que atua como um líder se torna referência para a equipe. Ele deixa um canal de comunicação aberto e compartilha os sucessos. Ao mesmo tempo, deixa de microgerenciar e repassa poderes para os indivíduos, para que todos entendam suas responsabilidades.

Aprendizado

Uma empresa que trabalha com a liderança de equipes, geralmente, implementa uma cultura de aprendizado. O líder atua com o propósito de desenvolver os profissionais e foca essa ação como algo estratégico. Com isso, há mais chance de retenção de talentos e melhoria da qualidade das entregas.

Otimização de trabalho

A liderança de equipes leva a uma otimização do trabalho realizado. Isso acontece porque o gestor canaliza as atividades de forma adequada e repassa responsabilidades para os indivíduos. Assim, todos se sentem importantes para contribuir com os resultados.

Criatividade

Os líderes — especialmente, os que adotam uma postura dinâmica — têm um comportamento diferenciado. Ele repassa a frente do projeto para o profissional mais capacitado. O objetivo é ter uma visão mais criativa e inovadora, que seja condizente com as soluções estratégicas do seu negócio.

Melhoria da interação entre os membros da equipe

A interação entre os membros da equipe e deles em relação aos gestores deve ser pautada pelo respeito e pela clareza. O propósito estabelecer uma comunicação clara e fluída, ao mesmo tempo garantir ao líder a capacidade de entender as limitações e as particularidades de cada membro do time.

Líder da equipe x chefe: quais as diferenças?

Durante muito tempo, o gestor foi chamado de chefe. Hoje, é conhecido como líder. Qual a diferença? Apesar das duas palavras serem sinônimas, seus significados para o mundo corporativo são bastante diferentes.

O chefe remete ao modelo antigo de gestão, em que uma pessoa estava em cargo superior na hierarquia da empresa. Ele mandava os colaboradores a executarem as funções. Por isso, atuava de forma centralizada, autoritária e impositiva.

O líder tem um comportamento totalmente diferente. Por mais que ele esteja em uma posição hierárquica superior, não se porta dessa forma. Ele tem uma interação horizontal com a equipe e deixa um canal de comunicação aberto.

Além disso, sua postura não é impositiva nem autoritária. Ele busca incentivar e motivar as pessoas, a fim de permitir que eles tomem decisões e assumam responsabilidades.

Seu papel, portanto, é de intermediação e suporte. Por isso, para entender como liderar uma equipe, é preciso considerar essa característica.

Mais que isso, existe uma observação importante: o líder nem sempre é o gestor. Nas equipes, podem existir líderes naturais, ou seja, pessoas vistas como exemplares e que assumem, ainda que sem querer, um papel diferenciado.

É o que ocorre com a liderança dinâmica. Como cada talento tem um papel de protagonismo, a depender do projeto realizado, o resultado é mais qualidade, ganho de performance e autonomia. As pessoas são incentivadas a buscar a melhor solução, em vez de pensar apenas no que é comum.

Como liderar uma equipe com eficiência?

Existem diferentes tipos de liderança, mas todos eles são efetivados a partir de práticas comuns. A seguir, listamos as principais você aplicar na sua rotina. Veja!

Seja confiante

Ser o líder de uma equipe depende de muita responsabilidade com suas ações e com as do time. Para isso, você deve ser confiante, a fim de ter certeza das decisões tomadas. As escolhas sempre devem ser baseadas em dados para serem justificáveis.

Ao adotar essa postura, você também transmite confiança aos liderados. Assim, eles se sentem seguros ao executarem suas funções.

Tenha empatia

Ter empatia é saber se colocar no lugar dos outros. O objetivo, aqui, é entender que uma boa comunicação depende de observar todos os lados envolvidos, de forma imparcial. Por isso, interaja com a equipe com respeito e saiba gerenciar os conflitos ao ouvir as partes e compreender seus pontos de vista.

Tenha visão estratégica

Saber liderar uma equipe passa por entender as expectativas da empresa e agir com organização e lógica. Você deve criar formas diferenciadas de incentivar a inovação, por exemplo, por meio do Design Thinking. Essa escolha, porém, precisa sempre se basear no alcance dos objetivos estratégicos.

Ao executar essas boas práticas, você entende como liderar uma equipe e obtém os benefícios esperados, como a retenção de talentos, o aumento da performance do trabalho e uma gestão de pessoas mais eficiente e positiva.

Agora que você sabe como liderar uma equipe, que tal entender outro ponto relevante para sua empresa? Veja o que faz o design de negócios ser imprescindível e saiba como conquistar vantagem competitiva.

Echos

Designing Desirable Futures.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.