Inovar é o desejo de basicamente todos os negócios. Negócios de sucesso apostam em inovação para revolucionar seus mercados e propor soluções cada vez melhores ao seus consumidores. Mas como chegar lá? E afinal, do que se trata de verdade inovar?

Descubra neste artigo o que a inovação pode ensinar para todos os tipos de negócio, quem pode inovar e como fazer isso na prática.

O que é inovação?

Inovação é um conceito bastante abordado por pessoas e empresas, mas que muitas vezes tem seu significado esvaziado. Muito se fala sobre inovação e como ela é essencial nos negócios atualmente, mas poucos têm uma ideia clara do que realmente é inovação.

A primeira noção ligada à inovação e que precisa ser derrubada é que inovação sempre passa por tecnologia. Mesmo reconhecendo que empresas como Apple e Samsung inovam sempre em seus produtos, inovação não é só isso.

Para inovar, não é preciso criar uma máquina revolucionária ou desenvolver uma inteligência artificial. Pelo contrário: negócios de sucesso inovam ao realizar até as tarefas mais cotidianas, mas de uma forma que proponha algo novo e facilite algo que já existe.

É isso que prova uma pesquisa divulgada pelo Opinion Box sobre inovação na opinião dos consumidores. No estudo, 79% dos entrevistados acreditam que inovação não precisa ser algo totalmente inesperado, mas sim algo que ajude ou melhore o dia a dia.

Resumindo, então, inovação não é necessariamente colocar em prática algo revolucionário. Negócios de sucesso assim são chamados por inovarem do jeito que precisa ser feito: oferecendo valor. Inovação é criar ou mudar algo que já existe de forma útil e causando uma mudança positiva. A inovação é o que gera valor que é percebido por alguém. Portanto, inovação precisa ser sempre focada no ser humano.

Quem pode inovar nas empresas?

E se a inovação não se restringe às empresas de tecnologia ou mesmo aos processos tecnológicos, quem pode inovar?

A resposta é simples: qualquer um. Todo tipo de negócio consegue aplicar ferramentas, processos e práticas inovadoras em seu dia a dia. A inovação pode vir no lançamento de novos produtos, na mudança de processos de gestão e na aplicação de novas formas de alcançar objetivos.

E dentro de cada empresa, qualquer pessoa pode ser inovadora. Não só quem trabalha em operações, projetos ou nas áreas estratégicas.

Cada componente da empresa pode aplicar o conceito de inovação em suas tarefas, na gestão e nas entregas para os clientes.

Os gerentes de projetos podem pensar em novas formas de gerenciar tempo e recursos e otimizar a gestão, fazendo com que seu time se sinta mais produtivo e satisfeito com o trabalho e seus resultados. O marketing pode inovar ao propor novas formas de falar com seu público-alvo, focando no ser humano e em propósito ao invés de apenas no lucro e nas vendas. O financeiro pode otimizar processos burocráticos e desenvolver novas formas de cumprir tarefas até então vistas como antiquadas ou maçantes da área.

O importante é romper positivamente com o que já estava estabelecido.

Por isso, quem quer inovar deve se perguntar o que os negócios de sucesso fazem para inovar? O que essas empresas têm em comum? Que táticas elas aplicam para mudar para melhor algo que já vinha sendo feito? Como elas solucionam problemas de forma inovadora? Respondendo a essas e outras perguntas do tipo, fica muito mais fácil se tornar um dos negócios de sucesso que sabe, de verdade, aplicar a inovação.

Inovação: como começar?

Já que chegamos até aqui passando pelo conceito de inovação e da capacidade que cada um tem de inovar, é hora da aplicação prática. Vamos desvendar então alguns dos jeitos mais básicos e bem sucedidos de inovar no dia a dia dos negócios.

Defina objetivos claros e identifique o real problema

Para inovar é preciso ter objetivos claros, afinal, a inovação deve buscar resultados que vão ser realmente úteis para outras pessoas. Inovar por inovar ou para ter o título de empresa inovadora fere totalmente o conceito de inovação.

Portanto, para começar a inovar é preciso identificar o real problema. Muitas vezes acreditamos já saber tudo sobre os desafios que temos em um projeto ou organização, por exemplo. Entretanto ao irmos a fundo no entendimento do contexto em que estão inseridos, seremos surpreendidos com descobertas que passaram por muito tempo, desconhecidas. É a partir daí que conseguiremos definir qual o real problema e assim gerar inovação.

Esteja aberto a mudanças

Em segundo lugar, negócios de sucesso estão dispostos a mudar e aprender constantemente. Mudar formas de pensar e agir, aprender a fazer e refazer coisas diferentes, tudo isso é necessário para inovar de fato. Negócios de sucesso que são verdadeiramente inovadores não têm medo de mudar a forma de pensar, prototipar, errar e aprender com eles. Aliás o erro é visto sempre como uma oportunidade para aprender. E nesse processo, quem quer inovar não pode ter medo de errar.

Foco nas pessoas

Por fim, a inovação precisa focar nas pessoas. Sempre tendo em vista que todas as melhorias passam por pessoas e são desenvolvidas para pessoas, as empresas conseguem inovar de verdade e gerar valor.

E como fazer isso tudo? Vamos ver em alguns exemplos práticos.

Inovação na prática dos negócios de sucesso

Para aprender na prática como os negócios de sucesso inovam, vamos pensar em dois exemplos: o design thinking e o design de serviço.

As duas metodologias usam conceitos do design para buscar soluções inovadoras. E toda empresa pode utilizar delas para avançar rumo à inovação, em qualquer que seja seu objetivo.

Design Thinking

O design thinking é uma abordagem centrada no ser humano que acelera a inovação e soluciona problemas complexos.

O diferencial do design thinking é o foco no ser humano para resolver problemas e, dessa forma, resultar em inovação. Partindo do uso do conhecimento humano e da visão única de casa pessoa, o design thinking multiplica ideias, explora perspectivas e enxerga oportunidades de resolver problemas e propor soluções.

Na hora de desenvolver um novo produto, desenvolver planos e traçar metas do negócio, ou mesmo mudar algo na estrutura da gestão do negócio, aplicar técnicas do design thinking pode fazer a diferença no resultado.

O que o design thinking faz para auxiliar na busca pela inovação é o seguinte: essa abordagem consiste em um framework que organiza a informação e leva à ação passando por etapas como: entendimento do problema, análise de possibilidades, geração de ideias e teste e iteração. Assim, mudar qualquer processo, serviço ou até um modelo de negócio é possível, sempre de forma inovadora.

Design de Serviço

No design de serviço, o processo de solucionar problemas muda um pouco o seu foco. Como o nome já diz, esse método visa aprimorar serviços, especificamente. As duas metodologias funcionam de forma parecida e são facilmente confundidas, mas não cometa esse erro. O que elas compartilham, basicamente, é a mesma base de pensamento no design – trazendo, portanto, foco no ser humano para resolver problemas e projetar um futuro desejável.

Com o foco em melhorar serviços, o design de serviço busca oferecer experiências inesquecíveis, sempre focando na satisfação de quem vai consumir tal serviço. Com essa abordagem aplicada é possível mais do que repensar ou reinventar um serviço, mas também modificar as interações humanas. O design de serviço pode ser o melhor aliado para pensar novas formas de interagir com o consumidor, de se comunicar mais efetivamente com ele e atender suas necessidades.

Com esses exemplos já dá para pensar em começar a inovação agora mesmo, certo? Então o que resta é colocar a mão na massa. E mais que isso: passar a informação adiante! Compartilhe este texto com quem também está pensando em inovar e não sabe por onde começar. Faça da inovação um verdadeiro movimento para gerar negócios de sucesso.

ECHOS | Escola Design Thinking

A Escola Design Thinking foi criada para aqueles que desejam estar na fronteira da inovação.

Criada em 2012 pela Echos – Laboratório de Inovação, a Escola Design Thinking é uma escola de inovação na prática que tem como propósito formar a nova geração de inovadores.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.