“O futurismo pode transformar riscos em oportunidades” - entrevista com Demetrio Teodorov, Futurista e Superintendente de Inovação na Alelo - Escola Design Thinking

Construir o futuro no presente é o propósito que guia a carreira do futurista Demetrio Teodorov. Ele começou a se interessar pela área durante um ano sabático que tirou após um momento de descontentamento profissional. A partir daí decidiu investir pesado no que chama de “transformação e inovação sem blá blá” e foi aprender mais sobre o assunto no Disney Institute, na Insead e em Harvard. Atualmente ele é Head de Inovação na Alelo, Professor de MBA e Conselheiro Executivo do IAB Brasil. Demetrio estará na nossa DT CON, nossa conferência de design thinking que irá acontecer entre os dias 26 e 27 de novembro na EBAC (Escola Britânica de Artes Criativas), com a palestra Designing the future of finance. Fizemos uma breve entrevista para entender melhor o que irá por vir.

 

Como você tem feito a inovação acontecer dentro da Alelo?

O grande diferencial é que inovamos dentro e fora de casa, por isso a área de inovação fica dentro da de RH. Inovação não acontece se não tiver mudança de comportamento e mindset, por isso todos os 700 colaboradores estão envolvidos com a meta de inovar. Isso acaba gerando um alto grau de engajamento. Com isso, estamos sempre aplicando as ideias que surgem em estratégias corporativas, testamos, e se der certo, passamos para a produção. Se não, guardamos os aprendizados gerados. Também usamos a inovação para otimizar processos e acelerar projetos. Já para pesquisar as tendências de futuro, eu estou sempre viajando para lugares que são referências em inovação, como Vale do Silício (CA), Nova York, Portugal e Israel.

Qual o poder que o futurismo tem na sociedade?

O de construir o futuro no presente. A gente consegue ainda adiantar o risco e transformá-lo em oportunidade. Assim como um meteorologista consegue prever ou dar um alerta sobre um temporal, existe uma linha de pensamento para identificar tendências e enxergar um possível ofensor.

Aqui na Alelo por exemplo, fizemos um estudo sobre mobilidade e chegamos na tendência das pessoas comprarem menos carro e usar outras opções de transporte. Por isso criamos um cartão multimodal que pode ser utilizado para pagamento de despesas de diferentes tipos de mobilidade, como para o combustível, para o uso de apps de táxi e locação de bicicleta.

O futurismo pode ser aplicado em que contextos?
Ele pode ser aplicado em qualquer tipo de indústria, em áreas de empresas e até mesmo na própria vida do indivíduo. Existem muitos estabelecimentos comerciais que estão utilizando do futurismo, como o segmento de restaurantes que identificou que a experiência tem sido mais importante do que a própria comida, enxergando a importância de investir neste aspecto.

Qual o papel da tecnologia nisso tudo?
A tecnologia abrange apenas 10% da inovação e futurismo. Os outros 90% são sobre mudança de comportamento. Ela acaba sendo o detalhe que molda e trabalha para o resultado.

Qual o caminho para quem quer se especializar no assunto?

Pode começar lendo o livro Organizações Exponenciais (de Ismail Salim, S.Malone Michael e Van Geest Yuri) e fazendo um curso livre de futurismo. A partir daí, é preciso desenhar o caminho que mais te interessa, pois o futurismo pode ter várias áreas e seguir diferentes rumos.

Gostou do assunto?  Não perca a chance de ouvir a palestra de Demetrio ao vivo em nossa DT CON! Além dele, teremos outros grandes nomes nacionais e inernacionais.

Garanta aqui seu ingresso!

Veja o post de outros palestrantes:

“O futuro não é um ponto final, mas um lugar de oportunidade” – conheça Monika Bielskyte, futurista e palestrante da DT CON

Como projetar o futuro das cidades? Descubra com Carla Link, designer e participante da DT CON

ECHOS

A Escola Design Thinking foi criada para aqueles que desejam estar na fronteira da inovação.

Criada em 2012 pela Echos – Laboratório de Inovação, a Escola Design Thinking é uma escola de inovação na prática que tem como propósito formar a nova geração de inovadores.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.