Como projetar o futuro das cidades? Descubra com Carla Link, designer e participante da DT CON - Escola Design Thinking

Você já se perguntou o que você pode fazer pela sua cidade hoje? Grande parte das pessoas talvez acredite que muito pouco. Mas mudar essa mentalidade é o que motiva a designer de estratégia Carla Link. Ela acredita fortemente no potencial colaborativo das pessoas para transformar as cidades em lugares melhores e mais sustentáveis. Não é à toa que ela criou a Talking City, uma iniciativa que conecta governo, cidadão e organizações para gerar soluções criativas para as cidades. Carla estará na DT CON, nossa conferência de design thinking que irá acontecer entre os dias 26 e 27 de novembro na EBAC (Escola Britânica de Artes Criativas). Ela irá ministrar o workshop Projetando o Futuro das Cidades ao lado de Alexandra Favero, especialista em branding e identidade. Fizemos uma breve entrevista para você ter um gostinho de como será esta atividade.

ECHOS: Conte-nos um pouco sobre sua trajetória

CARLA: Eu sou publicitária de formação. Trabalhei 10 anos em agências publicitárias com planejamento e pesquisa. Até que tive uma crise sobre “o que eu tô fazendo da minha vida”. A partir de então passei a olhar mais para as necessidades e das cidades e como elas funcionam. Depois disso, fui fazer um mestrado em Design Estratégico onde foquei meus estudo sobre a formação de um coletivo urbano chamada Ocupe & Abrace. A partir daí passei a enxergar que cidadania é sair da frente da TV para fazer parte da cidade.

Comecei então a testar projetos – mapeei lugares e iniciativas que tinham impacto social na cidade por meio do design. Assim, acabei trabalhando em startups como o Votenaweb, na Voxe em consultorias, como Livework e  Grupo Tellus e atualmente na Taking City, onde estou podendo aplicar o conhecimento dos últimos 5 anos para criar esse mindset de inovação e conectar todos os agentes envolvidos na cidade.

ECHOS: Poderia contar mais sobre alguma iniciativa da Talking City?

CARLA: Um projeto que estamos trabalhando atualmente é a Minha Cidade Segura, em Porto Alegre.

Eu estava bastante incomodada com o fato da falta de segurança em Porto Alegre, que não permite poder andar a pé pela cidade. Por isso, juntei amigos e empreendedores para criar um laboratório de inovação e segurança para testar soluções preventivas nos bairros.

Na prática, o que temos feito nos workshops junto com moradores, polícia, órgãos públicos e empreendedores é mapear quem já atua em prol da segurança, ou seja, quem está fazendo pequenas e grandes iniciativas sobre o tema no país. Estamos conversando com especialistas e empreendedores de outras cidades que já desvendaram outras possibilidades de solução. Depois de ver o que a gente tem de recurso e solução, podemos implantar e ampliar isso com ajuda da comunidade e dos especialistas.

ECHOS: Como o design se relaciona com as cidades?

CARLA: Pensando novas formas de colaboração e empatia. Existe um modelo para pensar a cidade feita a partir do fazer, do comportamento com uma pegada mais maker – você que tem que fazer e não apenas ficar assistindo ou esperando. Precisamos mudar esse comportamento consumista de esperar soluções prontas e começar a criar juntos nossas próprias soluções. São nessas coisas que o pensamento e os valores do design podem ajudar.

ECHOS: O que podemos fazer por nossa cidade hoje?

CARLA: Para transformar a cidade é preciso começar a senti-la. Sair na rua, caminhar, vivenciá-la. Depois, pense naquilo que mais te incomoda ou no que mais te anima. Que aspecto você gostaria de mudar? Por exemplo: gostaria que ela fosse boa para fazer caminhada ou mais amigável para crianças. Depois, procure iniciativas que já estão trabalhando com este aspecto. Sempre tem alguém que tem essa solução, nem que seja em outra cidade. Comece a fazer essas pontes e a fazer parte desta mudança.

ECHOS: Qual o poder da colaboração?

CARLA: É exatamente sair deste papel de consumidor e esperar que alguém vai resolver os problemas por mim. Entender que na cidade nós também somos os criadores dos problemas, mas podemos fazer parte da solução.

ECHOS: Como engajar as pessoas?

CARLA: Mais do que engajar, o importante é criar pontes entre todos os envolvidos.

ECHOS: Explique um pouco o que vai rolar na sua oficina da DT CON

CARLA: Vamos fazer exercícios práticos para pensar cidade da perspectiva da colaboração – e da relação do eu com a cidade e da cidade comigo. Tudo isso, dentro de uma lógica de cenários trazidos pela Alexandra.

 

No TED O que você pode fazer por sua cidade hoje você Carla dá mais detalhes sobre seu trabalho:

 

Gostou do assunto? Não perca a chance de participar deste workshop e das palestras da nossa DT CON! Garanta aqui seu ingresso!

ECHOS

A Escola Design Thinking foi criada para aqueles que desejam estar na fronteira da inovação.

Criada em 2012 pela Echos – Laboratório de Inovação, a Escola Design Thinking é uma escola de inovação na prática que tem como propósito formar a nova geração de inovadores.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.