Por Sherazade

Uma das coisas que mais ouço das pessoas, é que elas conseguem conversar muito bem com quem conhecem, mas quando estão diante de alguém desconhecido, ou que consideram importante, em uma reunião ou entrevista, por exemplo, não sabem como agir.

Se não quiser depender da sorte quando precisar interagir em situações como essas, recomendo que você conheça como funciona o mecanismo da conexão. E que esteja disposto a treinar o método que vai permitir que você tenha domínio sobre si mesmo e sobre o ambiente à sua volta, proporcionando o resultado que você deseja.

TODOS PODEM APRENDER A SE CONECTAR

Se conectar é uma capacidade e não uma habilidade, afinal, esta é uma condição humana: se você está vivo, está conectado. Pare e imagine quantas conexões você pode relacionar neste momento: com os seus amigos virtuais ou não, seus familiares, colegas de trabalho, vizinhos, fornecedores, esportes, viagens, suas crenças e religião… a lista é infinita! E se estamos conectados o tempo todo, qual a dificuldade em estabelecer uma conexão naquelas situações que precisamos?  É porque para obter um bom resultado, é preciso tomar consciência do processo e ter domínio sobre ele.

PRIMEIRO PASSO: CONECTE-SE CONSIGO MESMO

O primeiro passo para causar empatia é conhecer você mesmo para poder reconhecer o outro. Precisa mergulhar na sua própria humanidade para acessar o que há de humano em alguém. Este alinhamento com quem você é também vai fazer com que você entre em contato com o seu potencial criativo. Você vai conhecer como surgem as suas ideias e como produzi-las com frequência.

ACREDITE NAQUILO QUE VOCÊ DIZ

Para se conseguir uma boa conexão com as pessoas é necessário estabelecer com elas uma relação de confiança. E para isso é preciso que você seja verdadeiro nas falas e imagens que criar durante uma apresentação. Mas e se eu tiver que falar de coisas em que não acredito totalmente? Neste caso, você terá que encontrar pelo menos um ponto de interesse pessoal, algo que o faça sentir empolgado. E então, deverá fazer esse sentimento crescer e se espalhar por toda a sua apresentação.

COLOQUE EM PRÁTICA!

Nos meus cursos você vai ter a oportunidade de se conectar em primeiro lugar com você mesmo, com o seu mundo interior. Você vai ver que tudo o que você precisa, já está aí dentro. Então, você poderá se apropriar de todo o processo da apresentação ao vivo: a preparação antes, como encarar a plateia durante e como retornar às suas atividades depois.

 

Gostou? Que tal se matricular agora mesmo no Ahaze, o curso que te ensinará a técnicas que te ajudarão a acessar a magia das apresentações ao vivo.

Outros artigos de Sherazade:

 

5 dicas para fazer uma apresentação memorável e conquistar sua plateia que só dependem de você

Storytelling, contação de histórias e oratória

 

ECHOS | Escola Design Thinking

A Escola Design Thinking foi criada para aqueles que desejam estar na fronteira da inovação.

Criada em 2012 pela Echos – Laboratório de Inovação, a Escola Design Thinking é uma escola de inovação na prática que tem como propósito formar a nova geração de inovadores.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.