A EscolaIn CompanyDesiredMateriaisContato

O Design Thinking vem quebrando muitos paradigmas por aí e está se transformando num grande diferencial competitivo para os negócios e para as pessoas.

Alguns dos paradigmas mais importantes que ele vem quebrando é de que toda empresa deve e consegue inovar. Inovação acaba de se tornar o maior valor dentro de um negócio. Não importa o tamanho de sua empresa, se você não inova, você está fadado a morrer.

“A maioria das empresas hoje cobiçam a inovação. Elas buscam a todo custo desenvolver uma inovação que irá mudar o jogo como o iPod da Apple, ou criar uma categoria inteiramente nova como o Facebook. Muitos se esforçam de verdade para serem inovadores – gastam em P&D, trazem designers criativos ou contratam consultores de inovação. Mas o que conseguem são resultados decepcionantes. Por quê? O livro “Design de Negócios” de Roger L. Martin oferece uma resposta fascinante e provocativa: nós confiamos muito exclusivamente no pensamento analítico, o qual apenas refina o conhecimento vigente, produzindo pequenas melhorias ao status quo. Para ser inovador e vencer, empresas precisam design thinking” (Tradução livre – fonte: https://hbr.org/product/the-design-of-business-why-design-thinking-is-the-/an/12176-HBK-ENG)

Para que negócios prosperem, precisamos nos libertar de certas visões equivocadas sobre o que é inovação. Veja abaixo 3 motivos que mostram porque inovar é mais fácil do que você imagina!

1) Inovação não é sinônimo de tecnologia

O Design Thinking mostra ao mundo que inovação não está só ligada a tecnologia. A inovação tecnológica é maravilhosa, mas ela só tem valor se estiver ligada a geração de valor percebido. Inovação é como modéstia, só existe se for percebida pelos outros e é por isso que o design thinking se torna uma abordagem de alto impacto.

Design Thinking é um processo que acelera a inovação a partir das descobertas feitas provenientes das necessidades das pessoas. O segredo da inovação está nas pessoas e em seus desejos e necessidades, por isso que inovação não nasce somente de um laboratório isolado. Ela nasce quando uma necessidade encontra uma solução e é aí que o design thinking tem o seu lugar. Nesta intersecção entre a criatividade, a busca pelas reais necessidades do ser humano e sua aplicação financeira e tecnológica.

2) Inovação como cultura organizacional

No escopo empresarial, o design thinking é uma abordagem e um processo sistêmico que soluciona problemas complexos e incentiva a colaboração entre os colaboradores internos a organização e também com os parceiros e fornecedores. Além disso, o Design Thinking traz uma abordagem de experimentação que aumenta as chances de sucesso dentro de uma organização sem correr grandes riscos. Com os protótipos desenvolvidos com a partir da abordagem, que seguem o lema de “rápido, sujo e barato”, as novas soluções criadas a partir da abordagem não precisam de grandes investimentos financeiros nem de muito tempo para provar seu valor, assim os riscos de implementação caem vertiginosamente.

3) A inovação está em você

No escopo pessoal, um dos grandes valores do design thinking é o desenvolvimento da confiança criativa. Nunca se viu tantos adultos inseguros em relação ao seu potencial e a sua criação. Nós acreditamos que todo ser humano é criativo, mas que durante a formação educacional e social que vivemos, na maioria das vezes somos desestimulados e aprendemos que devemos somente reproduzir padrões.

Nesta jornada a criatividade é perdida e ficamos sem confiança do nosso potencial criativo, que faz com que nos tornemos robôs replicadores das mesmas respostas e soluções. A criatividade é inerente ao homem e é a responsável por todos grandes avanços humanos, mas também responsável pelas pequenas coisas. Desde o ponto em que estamos criando uma nova receita de bolo até a criação de uma solução que vai mudar o mundo, é a criatividade que está em ação e é ela que nos apresenta as oportunidades de um futuro melhor.

O Design Thinking faz com que seus praticantes se sintam confiantes criativamente para inovarem, empreenderem, criarem novos produtos, serviços, novas culturas, novas maneiras de viver e até de se relacionarem.

O Design Thinking importante pois é um novo mindset que se abre nas cabeças das pessoas e das organizações para que o novo possa emergir, sem medo de fracassar e com suporte de processos e ferramentas.

Volto a dizer, com um novo olhar e as ferramentas certas inovar é mais fácil do que você imagina! Digo mais: em 24h você é capaz de aprender sobre Design Thinking, criar soluções inovadoras e acelerar a inovação em qualquer contexto e ou desafio que esteja enfrentando. Como? Venha participar da próxima turma do curso de Design Thinking Experience! Para saber mais, acesse

E se ficou querendo para saber mais sobre essa abordagem que tem mudado a forma como criamos soluções criativas, confira nosso eBook gratuito Design Thinking na Prática! Baixe clicando aqui.


Echos_JulianaProserpio_2Juliana Proserpio é formada em Design de Produto, com especialização em Inovação Social pela School of Visual Artes nos EUA e em Design Thinking na D.School (Hasso Plattner Institute) na Alemanha. Co-fundadora e diretora de criação da Design Echos e da Escola Design Thinking. Hoje aplica seus conhecimentos na solução de problemas complexos em projetos de inovação. Possui experiência e vivência internacional em países como EUA, Alemanha e Austrália.

ebook_idt

Echos

Designing Desirable Futures.

Fique Ligado

    Inscreva-se na newsletter da Echos para ficar acompanhar as novidades da indústria, notícias de inovação e ofertas exclusivas.

    Forgot your password? Click here to reset.

    Presença Global

    © Copyright 2019 Echos. All rights reserved.