Os líderes em design devem aprimorar competências que lhes permitam orientar, transformar e influenciar seu entorno. Agora, mais do que nunca, o mundo precisa de pessoas que possam imaginar novas soluções para problemas de todas as escalas. E para serem mais eficazes, os designers devem ter as habilidades e atitudes certas para inspirar e liderar suas equipes, clientes e partes interessadas, atravessando a instabilidade para cocriar novos futuros. Quando as coisas estão incertas, os designers devem se posicionar. Esta é a liderança de hoje que construirá nosso amanhã.

Desde 2021, nosso programa Design Leadership reúne um elenco de especialistas globais para inspirar a próxima geração de sonhadores e realizadores. Reunimos ex-alunos, líderes regionais e internacionais em masterclasses para que compartilhem suas experiências em criar melhores líderes em design e como isso é fundamental para reimaginar o que o futuro poderia ser.

Entrevistamos quatro líderes para mostrar como eles estão lidando com a incerteza e desenvolvendo as competências necessárias para superar os desafios significativos de hoje. Eles estão comprometidos em criar um futuro melhor para sua indústria e resolver problemas em escala local e global para a sociedade.

Ex-aluno do programa Design Leadership, Neil Williams, diretor de estratégia de experiência e HCD da Manulife Ásia

Neil defende o treinamento dentro das organizações para desenvolver o campo do design. Para atuar melhor dentro de sua organização, ele aumentou a capacidade da equipe em design de liderar e influenciar. Na sua função na Manulife, desenvolveu percursos de aprendizagem para não-designers, “A formação é essencial. Mas, na minha opinião, ela é apenas uma pequena peça do quebra-cabeça. Em paralelo, a liderança sênior deve dar suporte, fornecendo tempo e espaço para experimentação. A prática profissional também é necessária, e melhorar o ‘kit’ dos profissionais de HCD é essencial para que eles possam crescer e liderar outros por meio de boas práticas.”

Ex-aluna do programa do Design Leadership, Pla Poome, diretora criativa da SYPartners

A indústria do design passou por algumas mudanças dinâmicas entre 2020 e o início de 2022. Pla reflete sobre sua experiência como líder enfrentando os desafios de reter e atrair os melhores talentos. “Em 2021, muitos funcionários deixaram suas empresas por reavaliar o equilíbrio entre vida profissional e pessoal, realocação ou esgotamento. Foi uma guerra de talentos; mais do que ótima remuneração, os principais profissionais buscavam trabalho híbrido, propósito, oportunidade de aprender e crescer, inclusão e justiça.” 

“Agora, os pedidos de demissão estão sendo substituídos por grandes reduções de pessoal. O mercado não está mais tão aquecido, não há a pressão de contratar rápido. No entanto, isso não deve mudar a forma como procuramos talentos. Então, enfrente a falta de diversidade, como de raça, idade ou pontos de vista, em sua empresa. Trabalhe com sua equipe de RH para tornar as descrições de cargos mais inclusivas. Busque quem agregue à cultura e se alinhe aos valores. Contrate pessoas com base em suas competências, não em seus diplomas, empregos anteriores ou pessoas que conhecem.”

Pla entende que uma de suas principais competências é capacitar sua equipe para resolver os grandes problemas de hoje a fim de construir um novo futuro. Ela aplica os aprendizados da masterclass de Bruce Mau: “A inspiração é nossa principal responsabilidade como líderes em design. Fazendo uma citação de Bruce, ‘Se você não inspirar, produzirá ação, mas não transformação. Quando os prazos são curtos, é tentador ir direto para a etapa mecânica. Isso é um erro, porque você corta sua fonte de energia.'”

“Apliquei esse aprendizado diminuindo a velocidade para ir mais rápido, abrindo possibilidades, ajudando as equipes a se libertarem, trazendo referências e inspiração de lugares inesperados, dando um passo atrás e abordando as coisas com uma nova perspectiva.”

Líder regional do programa do Design Leadership, Maria Edwards, chefe de design de produto (APAC) do Foodpanda

Maria Edwards se juntou ao programa como líder de workshop regional na primeira temporada. Sua sessão para a região da APAC ensinou a organização do design por meio de atividades teóricas e práticas. Ela orientou seu cohort compreendendo a forma de suas organizações de design, os desafios que estavam enfrentando, e encontrando maneiras práticas de otimizar e melhorar o valor e a influência do design nas organizações. Liderar com confiança em tempos incertos e voláteis é crucial para superar desafios e desenvolver soluções que abrem possibilidades antes invisíveis.

Maria entende que os líderes devem combater a fadiga da confiança. Ela compartilhou suas reflexões sobre liderar em meio à incerteza dos últimos dois anos: “A erosão da confiança em tempos de crise pesa muito sobre os líderes e suas equipes na tomada de decisões. Também é importante reconhecer que o desconhecido causou cansaço e incerteza entre os consumidores e clientes. Da tomada de decisões sobre viagens a cancelar planos por segurança alimentar e realizar compras por pânico, quanto mais as organizações respondem às necessidades dos consumidores, mais podem gerar confiança e estabilidade. Isso é feito por meio da criação e investimento em novas melhorias para o cliente em todas as suas cadeias de valor.”

É importante lembrar que essa necessidade de confiança também é fundamental ao projetar uma experiência do funcionário. Maria incentiva os líderes a se conectarem com “o que os empregados mais valorizam, especialmente durante essas crises contínuas. Agora há uma mudança no espírito, de ‘grande resignação’ para ‘grande redefinição’ que permite que as pessoas descubram o que é mais importante para seu futuro e trabalhem para isso”.

Stephen Gates, líder global da masterclass Design Leadership and Resilience

Stephen Gates, líder em design de renome mundial, realizou masterclasses globais em nosso programa Design Leadership. Recentemente, depois de fazer ‘downsizing’ com seu antigo empregador, Stephen documentou sua jornada através de uma lente empreendedora para gerar valor para líderes e criar uma nova abordagem para um negócio em design. Como todos os outros líderes dos quais traçamos o perfil, Stephen entende a importância de proporcionar uma sensação de estabilidade para que possamos prosperar no futuro.

Stephen se concentra nas seguintes competências de liderança para ajudar a enfrentar os desafios à medida que eles surgem: “faça um plano de como você enfrentará o problema. Nada ajuda mais a superar a incerteza e os desafios do que ter um plano. Mapeie, pense nas opções e confie em seu instinto sobre como enfrentá-los.”

No entanto, Stephen também nos adverte: “não caia na armadilha de precisar ter todas as respostas antes de iniciar um plano. Como qualquer problema em design, dê tempo e espaço para cumprir a jornada e encontrar as respostas”.

E, finalmente, Stephen nos pede para ter certeza de mudar e evoluir qualquer plano à medida que as coisas acontecem: “você não precisa seguir cegamente um plano. A jornada é cheia de voltas e reviravoltas e às quais é preciso reagir. Então, assim como com qualquer problema de design ou liderança, desenvolva ou adapte o plano conforme necessário a cada reviravolta e mudança.”

 

A evolução da liderança

O mundo está mudando minuto a minuto. À medida que sonhamos com novas possibilidades, descobrimos mais desafios que precisam de nossa atenção. Agora, mais do que nunca, exigimos uma liderança confiante.

A terceira temporada do programa Design Leadership começa em 10 de outubro de 2022. Aprimore e planeje os próximos cinco anos de sua carreira em apenas dez semanas. Design é liderança.

Saiba mais e matricule-se aqui.

Megan Davis

Originalmente do Michigan, vive atualmente em Melborne, Megan se considera uma cidadã do mundo. Ela vem descobrindo histórias desde 2012, se especializando em estratégia de narrativas e storytelling para negócios que ousam criar novas realidades e futuros.
Ela viajou o mundo conduzindo oficinas em Nova York, Londres e Berlim, e mais recentemente em Lisboa na House of Beautiful Business em 2019 para ensinar pessoas como conectar com storytelling para entregar estratégias e resultados de negócio.
Colocando a empatia em primeiro lugar no negócios e na vida, ela ama compartilhar seu conhecimento ao falar, treinar e oferecer consultoria em projetos que estão mudando o mundo.

Fique Ligado

    Inscreva-se na newsletter da Echos para acompanhar as novidades da indústria, notícias de inovação e ofertas exclusivas.

    Forgot your password? Click here to reset.

    Presença Global

    © Copyright 2022 Echos. All rights reserved.