O futuro simplesmente ‘acontece’, ou você acredita que é possível projetar de maneira intencional os futuros em que desejamos viver?

Imaginar um futuro melhor não é utopia.

O futuro é incerto. Mudanças climáticas, pandemias, crise econômica, exclusão social, racismo, opressão, conflito entre gerações e muitos outros problemas abalam as imagens que temos do futuro.

No entanto, isso não deve nos impedir de imaginar o que desejamos para nosso presente, de desapegar do passado e de criar uma visão do que queremos para nosso futuro.

Podemos viver no futuro o que imaginarmos hoje.

Embora algumas vezes possa parecer que as coisas não podem ou não vão mudar, isso é apenas uma impressão. 

Só porque muitas instituições ou regras existem há muito tempo, não significa que vão existir para sempre. O que nos trouxe até aqui não é o que nos levará daqui para frente.

A maioria das estruturas sociais com as quais vivemos hoje foi criada para resolver os problemas de 100 anos atrás, não os de hoje. Essas instituições podem ter sido a melhor solução naquele momento (ou não), mas o mundo evoluiu – e seus problemas também

E nós precisamos nos colocar neste mesmo movimento.

Todos nós temos o direito à imaginação.

E o dever de não nos conformarmos.

Imaginar é uma necessidade ética. É ter atitude diante de uma realidade por vezes contraditória a tudo aquilo em que acreditamos e desejamos. Para nós e para o mundo.

Por isso, é fundamental entendermos que se quisermos mudar nosso futuro, devemos mudar as escolhas que estamos fazendo agora, em nosso presente. E compreender que o mundo muda constantemente e é essa impermanência que nos permite ser ousados e sonhar com o que é possível e com o que pode parecer impossível!

Mas como fazer isso na prática? Uma possibilidade é utilizar uma ferramenta de ficção aplicada ao Design de Futuros, conhecida como Design Fiction.

 

Com a Heloísa foi assim.

Em 2015, Heloísa trabalhava como designer júnior em uma startup de inovação e tinha o sonho de atuar como designer de comportamentos em um projeto de alta complexidade fora do Brasil. 

Ela se preparou e se imaginou nesse futuro. Passou por mais de 20 projetos desde que começou nesta startup até que conquistou a oportunidade de trabalhar na Índia por 3 meses, ajudando a projetar melhores políticas públicas que inibissem a corrupção local.

E a startup onde ela trabalhava, brasileira e com operação apenas no mercado nacional, também vislumbrou novas oportunidades a partir de tendências, intenções e necessidades sociais.

Sonhos intencionais se transformam em realidades.

Definir intencionalmente o futuro e abordar os verdadeiros problemas da nossa sociedade significa procurar soluções melhores para transformar realidades e construir futuros possíveis e desejáveis.

E é isso o que Heloísa e a startup brasileira vêm fazendo e têm a nos ensinar. 

A Echos imaginou Heloísa, que imaginou um futuro, que vem se concretizando.

Heloísa foi uma personagem criada pelo time da Echos em um workshop de Design Fiction em 2015. Conheça aqui a história completa, no vídeo produzido pelo time a partir deste workshop:

A história de Heloísa é ficção, mas a história da startup brasileira que desejava construir seu futuro para ser global era a realidade da Echos em 2015. Quando o vídeo de Heloísa ficou pronto, ele era inspirador para quem assistia, mas também gerava piadas e brincadeiras, tão distante parecia ser o futuro que a Echos desejava naquele momento. 

Mas,estamos falando sobre intencionar futuros positivos e não criar profecias. Na Echos, compreendemos essa intenção como o poder da imaginação. O design de futuros especulativos é um método para imaginar novos futuros possíveis. Não apenas um, mas um leque de cenários diferentes. 

O Design Fiction é um artefato de storytelling que motiva a imaginação das pessoas para que consigam se aproximar e se relacionar com determinadas realidades pela emoção.

Heloísa foi a personificação da intenção de um time com mais de 30 colaboradores e o start da história de visão de futuro da Echos 2025. 

Hoje, em 2022, muitas das intenções do vídeo de 2015, que naquele momento pareciam tão difíceis de se concretizar, tornaram-se realidade. 

Vale lembrar: o que você quer para o futuro mapeará os primeiros passos da sua jornada, então use a sua imaginação!

Quer conhecer mais sobre como funciona o design fiction e conhecer os detalhes da história de como a visão Echos 2025 foi criada em 2015 e nos ajudou a chegar até aqui? Baixe nosso Ebook Gratuito!

Na Echos, os futuros que imaginamos continuam construindo nossos novos rumos. Em breve, estaremos em 2031. 

Vamos juntos?

Andrea Rizzo

Fique Ligado

    Inscreva-se na newsletter da Echos para acompanhar as novidades da indústria, notícias de inovação e ofertas exclusivas.

    Forgot your password? Click here to reset.

    Presença Global

    © Copyright 2022 Echos. All rights reserved.