Não tenha medo do silêncio ao falar em público - Escola Design Thinking

Ao falar em público, muitas pessoas têm receio em dar um intervalo, pequeno que seja, entre as frases ou até mesmo entre uma palavra e outra. Por isso, falam rápido e mal respiram. Ficam afobadas, com medo que se elas pararem de falar um pouquinho e derem um espaço, os ouvintes acabem se entediando e se distraiam, fiquem olhando no celular ou até mesmo se levantem para ir embora.

Se você é uma dessas pessoas, saiba eu tenho uma boa e uma má notícia para lhe dar.

A má notícia é que se você “correr” assim com o texto, as coisas não só não vão se resolver, como vão piorar e muito. O seu público vai ter dificuldade para entender o que você está dizendo e não vai conseguir se conectar. E a reação geral vai acabar sendo exatamente aquela que você mais temia, ou seja, as pessoas vão ficar desconfortáveis e vão acabar se aborrecendo. Aí, elas vão sentir necessidade de responder os recados no celular, de ir ao banheiro, de tomar um café, de tirar o carro do estacionamento, enfim…

A boa notícia é que isso é muito fácil de corrigir, basta que você preste atenção nos seguintes pontos:

  1. Nunca se fala devagar demais. Você pode diminuir a velocidade da sua fala o quanto quiser, não existe o perigo de você parecer um disco com rotação alterada. Aliás, mais devagar é sempre melhor, pois dá tempo da plateia ir entrando no seu mundo e ninguém terá que fazer esforço para compreender o que você está dizendo. Assim, você estará facilitando a conexão com os seus ouvintes, que ficarão muito gratos e confortáveis com esse cuidado.
  2. Prepare uma explanação sempre em apenas 70% do tempo estipulado. Por exemplo, se você tiver 10 minutos, ensaie para desenvolver seu roteiro em 7 minutos. Se tiver 5 minutos, procure fazer em 3 e meio. Se tiver 30, cronometre 21. Dessa forma, você não se sentirá “afogado” e terá tranquilidade para desenvolver os assuntos dos quais precisa tratar. Caso sinta a necessidade de se deter em algum ponto para explicar alguma coisa melhor, poderá fazer isso sem ansiedade, pois saberá que tem tempo sobrando (na verdade, o tempo nunca sobra, pois quando nos apresentamos diante de uma plateia, ele corre de maneira diferente do que nos ensaios).

No curso “Ahaze! Presença em Apresentações”, as classes são reduzidas e, por isso, todos os participantes têm a oportunidade de se exercitar de acordo com as suas necessidades específicas, seja dando uma aula, uma palestra, apresentando um projeto ou fazendo intervenções em uma reunião.

Assim, você exercitará o seu ritmo de fala de modo a se sentir confortável, sem ansiedade, e encontrará o ponto de equilíbrio para obter domínio sobre si mesmo e sobre os seus ouvintes.

Quer saber quando vai ter a próxima turma do curso? Veja aqui. 

Sherazade

Raquel Barcha ficou conhecida pelo grande público interpretando a personagem Sherazade, contadora de histórias no programa X­Tudo da TV Cultura.

De lá pra cá, já recebeu 11 prêmios no teatro, entre eles o APCA, APETESP e Coca­Cola FEMSA de Melhor Atriz, além de realizar inúmeros trabalhos em livros, em CDs, DVDs, e ministrar oficinas e workshops sobre as “Técnicas Da Apresentação Ao Vivo” em escolas, Secretarias de Cultura, CBL (Câmara Brasileira do Livro), Bienais do Livro e palestras motivacionais em grandes empresas como SENAC, Multibrás, Abrinq, Petrobrás, Editora Abril, entre outras.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.