Design Visual no Meio Corporativo e Suas Aplicações

Responsável por ser a cara da marca para o mercado e para a sociedade, o design visual cumpre o papel da impressão que fica na mente das pessoas, sendo composto por logotipo, slogan, tipografia (letra) e cor. Tais elementos são guias para todo o material de comunicação da empresa, que deve ser utilizado para passar a mensagem de coerência e consistência da marca. Quando, finalmente, a identidade visual tem contato com o público, todos os elementos combinados que a compõe devem ser capazes de expressar e informar: qual é a empresa, o ramo de atividade, a proposta oferecida e o posicionamento da marca.

Como tudo isso é possível e quais os resultados alcançados por empresas que levam o design visual a sério? Descubra neste post!

Construção da identidade corporativa

A imagem corporativa funciona como um resumo que, imediatamente, deixa tudo claro para o público. Com isso, é necessário ter conhecimento profundo sobre a empresa antes de desenvolvê-la.

A fim de cumprir tal missão, é necessário um processo que, de forma organizada e progressiva, traga os insights necessários para que a marca se destaque. A criação da logomarca e slogan são possíveis por meio de técnicas de design gráfico que utilizam elementos simbólicos (ilustração, imagens, ícones), tipografia, psicologia das cores e as infinitas combinações que visam, não só satisfação da empresa, mas a conversão em vendas.

O primeiro passo é entender a marca. Aprofundar-se no ecossistema em que ela atua e, dentro dele, perceber o que ela defende, o que assume e o que incorpora nas suas atividades.

Além de se atentar para o que ela se propõe de fato nas suas entregas para os clientes, nas atividades diárias entre parceiros, colaboradores e qual é o espaço e papel que ocupa (ou quer ocupar) no mercado. Todos esses sentimentos, valores e causas devem ser identificados nessa imersão.

Analise a concorrência

A etapa seguinte é analisar a concorrência, a fim de entender o que já existe e esforçar-se para desenvolver algo novo e único. Então, a fase de procura por elementos que traduzam a marca se inicia em busca de expressar os objetivos do negócio, a filosofia, a personalidade, o segmento de atuação e também em atender às preferências dos consumidores que precisam se sentir atraídos por aquela marca.

Ao escolher quais se encaixam melhor na proposta, inicia-se o desenvolvimento das opções da logomarca e do slogan, processo em que é preciso equilibrar todos os elementos para não perder a objetividade necessária à identidade visual. Um pequeno detalhe pode concentrar toda a interpretação do consumidor. Por isso é preciso tanta atenção.

Apresente os conceitos de identidade

A fase seguinte é apresentar os conceitos de identidade desenvolvidos para a empresa. Afinal, ela precisa ser a primeira a se identificar e enxergar a própria marca no que foi desenvolvido para, enfim, escolher a que melhor passa a imagem que quer ter frente aos clientes.

Uma vez aprovada a identidade visual, é hora de expandir o conceito para todos os materiais e canais utilizados no cotidiano. Com isso, deseja-se gerar conexão com o público. Por isso, também é fundamental que os elementos, cores, formatos e letras do conceito sejam pensados de maneira a favorecer sua utilização nas diferentes mídias (como envelopagem, outdoors e cartões).

Benefícios do design visual

Assim como cada ser humano, as marcas devem ser únicas. Até porque, em uma sociedade em que os consumidores são abordados milhares de vezes por dia, o mais do mesmo passa despercebido.

Design VisualAssim, ao transmitir com solidez a proposta da marca, o design visual atrai o público para perto. Isso porque a comunicação visual bem trabalhada passa credibilidade, gerando uma percepção positiva no público, já que ela realmente conversa as pessoas certas de forma clara.

Reconhecimento de marca

Isso só foi possível pois foi desenvolvida tendo a realidade da empresa, além dos hábitos e das preferências do público-alvo como referência. Com isso, conquista-se mais espaço no mercado, tendo sido movido pelo crescente reconhecimento de marca e pelo aumento do faturamento, pois credibilidade, clareza e objetividade da comunicação são convertidas em fidelidade e em preferência no momento da compra.

O atestado de sucesso de uma identidade visual corporativa é quando os clientes precisam somente de um dos recursos para saber qual é a organização. Por exemplo, ao ouvir ‘abra a felicidade’, ‘have a break’ ou se deparar com um círculo azul com um W, um pé alado ou, ainda, um imenso M em arcos amarelos, não é preciso mais nada! Por isso, a imagem corporativa tem grande peso no sucesso de uma empresa e, por isso, precisa ser trabalhada de maneira profissional e estratégica para trazer o sucesso esperado.

Dicas e informações como estas de design visual fazem toda a diferença nos negócios, concorda? Saiba ainda mais assinando a nossa newsletter e seja o primeiro a ler as novidades!

ECHOS

A Escola Design Thinking foi criada para aqueles que desejam estar na fronteira da inovação.

Criada em 2012 pela Echos – Laboratório de Inovação, a Escola Design Thinking é uma escola de inovação na prática que tem como propósito formar a nova geração de inovadores.

Esqueceu a senha? Clique aqui para resetar.