A EscolaIn CompanyDesiredMateriaisContato

De 8 a 11 de janeiro, aconteceu em Las Vegas a CES 2019, a maior feira de tecnologia do mundo.  Muitas das tendências apresentadas na Consumer Eletronics Show costumam virar produtos comerciáveis em pouco tempo. Cerca de 80 mil pessoas estiveram presentes no evento, que muito falou sobre carros autônomos, inteligência artificial, mobilidade e comunicação. Confira as principais novidades tecnológicas apresentadas na feira:

TVs cada vez mais smart

Muitas novidades englobam a TV: desde os incríveis 8K de resolução, que criam quase que uma supra realidade até a capacidade de reconhecer o espaço físico que o televisor está inserido e a luminosidade que deve ser aplicada no momento.

A Samsung, além de passar a oferecer o iTunes em suas TVs, reforçou a aposta que já tinha mostrado no ano passado de uma TV modular usando MicroLED no lugar do ubíquito OLED das TVs atuais. Já sua grande rival, LG, apresentou a versão final de sua TV que se enrola como uma persiana (só que de cima para baixo) e cabe dentro de uma caixa quando não está sendo usada.

 

Carros do futuro

Além dos carros autônomos que já estão sendo testados em cidades como San Francisco (CA), outras novidades incluem: reconhecimento facial para destravar o carro, um instrutor-avatar e uma inteligência artificial que reconhece a emoção do motorista para assim liberar cheiros conforme essas emoções.

 Smartphones dobráveis

A startup chinesa baseada nos Estados Unidos, Royole, apresentou seu smartphone dobrável FlexPai na CES 2019, confirmando-o como o primeiro produto do tipo a ser finalizado e entrar em produção. Quando ele está em modo tablet, o FlexPai possui uma tela de 7,8 polegadas e resolução 1920 x 1440. A empresa utiliza a mesma tecnologia AMOLED encontrada nos aparelhos da Samsung e nos mais caros da Apple, como iPhone XS e XS Max.

Casa inteligente

Houveram muitos gadgets voltados para facilitar a vida doméstica, ou apenas para torná-la mais agradável. Dentre eles, tivemos: a LG que mostrou uma máquina que permite fazer cerveja em cápsula, um aparelho que promete escovar os dentes em 10 segundos e um detector de quedas que pode ajudar muitos idosos.

Tecnologia para salvar vidas

Pelo menos três produtos anunciados são indícios de tecnologias preditivas que vão salvar vidas: o primeiro smartwatch capaz de medir a pressão arterial, um colete com sensores que diagnosticam a iminência de um ataque cardíaco e um medidor de insulina com monitor de glicemia, capaz de manter diabéticos de tipo 1 sempre medicados no nível correto.

 

Polêmicas e decepções

Um dos itens mais aguardados para este ano seria a entrega da internet 5g, mas uma série de problemas foram identificados, como a grande espessura do celular para abarcar essa tecnologia e problemas com a conexão, o que prorrogará seu lançamento para o fim do ano ou apenas 2020.

Já a polêmica girou em torno do vibrador Osé, criado por uma startup formada por mulheres chamada Lora DiCarlo. O objeto ganhou um prêmio de inovação em robótica, mas perdeu o título, pois de acordo com os jurados da CES, trata-se de um produto ‘imoral’. A decisão suscitou um debate importante sobre machismo. Brinquedos sexuais sempre fizeram parte da feira e foram realizadas inclusive sessões pornográficas de realidade virtual. Para homens, claro.

 

Para ver um resumo do evento, veja este vídeo do Olhar Digital.

 

 

 

Echos

Designing Desirable Futures.

Fique Ligado

    Inscreva-se na newsletter da Echos para ficar acompanhar as novidades da indústria, notícias de inovação e ofertas exclusivas.

    Forgot your password? Click here to reset.

    Presença Global

    © Copyright 2019 Echos. All rights reserved.