A EscolaIn CompanyDesiredMateriaisContato

Leandro, como muitos outros jovens, sonha em mudar o mundo. Descobriu no início da sua vida profissional que precisava trabalhar com aquilo que fazia sentido e viu na educação seu propósito. Mas como sair do senso comum e realmente gerar impacto a partir da educação?

Participou de um desafio da Geekie, empresa onde trabalha,com o objetivo de conhecer e mapear as escolas públicas de São Paulo. Em razão do seu engajamento ganhou uma bolsa para participar do Design Thinking Experience aqui na Escola Design Thinking! Foi o momento de romper paradigmas e perceber a importância de buscar onde estão os reais problemas e aprender como podemos criar soluções de forma humanizada.

Agora, com sua bagagem, Leandro se prepara para um um novo e grande desafio: ele e mais 47 transformadores sociais irão para Bogotá, Colômbia, participar do Laboratório de Desenvolvimento Global do MIT. Utilizando o Design Thinking e outras abordagens, terão a oportunidade de propor soluções para os problemas educacionais locais, Massa não é mesmo? Saiba mais sobre essa história!

1) Conte um pouco sobre sua história, o que você faz, seus interesses, alguma curiosidade sobre você. O espaço é livre 🙂

Tenho 23 anos, sou estudante de Ciência e Tecnologia na Universidade Federal do ABC. Entrei na faculdade em 2011 para estudar Engenharia de Automação e Robótica e trabalhava em uma montadora de carros multinacional.

Porém, sentia que faltava alguma coisa a mais. Faltava propósito na minha vida e carreira. Por volta de 2013, conheci alguns movimentos de empreendedorismo e empreendedorismo social. Comecei a me encantar pelo poder de transformar a sociedade, tomei a decisão de me demitir e passei a me engajar em causas sociais. Na sequência, acabei realizando um intercâmbio para Inglaterra.

Durante o intercâmbio, percebemos que o nosso país pode ser bem melhor e eu queria devolver um pouco do que foi investido em mim. Por isso, comecei a me engajar na causa da educação. Todo mundo fala e sabe que educação é o caminho para uma melhora estrutural no nosso país, mas por que essa mudança não acontece? Era isso que queria entender. Desde então venho tentando levar uma vida com propósito e tomo minhas escolhas baseadas nisso.

2) O que te motivou a procurar o curso de Design Thinking Experience?

Conheci o Design Thinking Experience a um tempo atrás, quando estava buscando um curso para melhorar o conhecimento sobre Design Thinking, pois já utilizava alguns princípios na Geekie (startup de tecnlogia para educação em que trabalho). Na época, 2015, ganhei uma bolsa oferecida pela própria Geekie, em razão do meu desempenho em engajamento em um desafio proposto pela empresa de conhecer e visitar escolas públicas de São Paulo.

3) Como foi a experiência?

Foi incrível, uma quebra de paradigma atrás do outro. Primeiro de tudo, foi entender que o problema inicial, na realidade não necessariamente é o real problema. Questionar o problema se tornou algo que levo pra vida e que me tem trazido muito mais sabedoria, inclusive na tomada de decisões pessoais. Além disso, entender que tudo, decisões, projetos, empresas, governos, deve ser focado no ser humano, afinal somos isso, somos seres humanos criando coisas para outros seres humanos. Aprendi a trazer a humanização para dentro do processo de criação e a ter empatia pelo problema do outro.

4) Hoje você atua na Geekie, uma startup que une tecnologia e inovação para oferecer novas formas de aprendizado. Como o design thinking acontece na empresa e como você tem aplicado o que aprendeu no curso na sua rotina?

A Geekie é uma empresa que sempre usou os princípios do Design Thinking. O processo é muito usado principalmente no desenvolvimento de novos produtos. No entanto, nós temos usado algumas ferramentas como criação de personas para ressignificar nosso processo de vendas. Estamos sempre focados na pessoa com qual estamos em contato e pensar no problema dela é o que nos motiva.

5) Além disso, você e mais 47 pessoas de todo o mundo foram selecionados para participar do programa do MIT na Colombia cuja proposta é resolver problemas reais relacionados à educação usando metodologias inovadoras, dentre elas o Design Thinking. Conte mais para gente sobre o programa!

O Laboratório de Desenvolvimento Global do MIT, desenvolveu há alguns anos um encontro internacional de design para desenvolvimento (IDDS – International Development Design Summit) com o objetivo de reunir pessoas de todo mundo com talentos, histórias, idades e formações diferentes para resolver problemas locais em comunidades carentes ao redor do mundo. A ideia é diminuir a pobreza com inovação e usando soluções viáveis para essas comunidades.Fui selecionado para o próximo laboratório, cujo tema pela primeira vez, será Educação. Utilizando o Design Thinking e outras abordagens, os participantes irão para uma comunidade em Bogotá resolver os problemas educacionais de lá, criando projetos e empresas que consigam resolver algumas das suas dificuldades.

6) O curso começa em junho, mas você já teve um grande desafio a enfrentar: precisava da grana para poder fazer o curso. Como foi lidar com isso?

Eu sabia desde o momento da inscrição que o mais difícil seria passar na seleção. O dinheiro para realizar o programa era uma preocupação, mas procurei não pensar nisso até ser aprovado.

Após receber o resultado, fui atrás de meios para financiar essa experiência.  A primeira coisa que me veio na mente foi realizar um financiamento coletivo, pois eu acredito no poder da rede para apoiar causas e pessoas quando se vê necessário.

Foi incrível o resultado da campanha, após lançar vi muitas pessoas, próximas e distantes acreditando, doando e compartilhando a causa. Pessoas que nunca conheci doando foi a prova para mim que quando lutamos por uma causa maior do que nós ela toma proporções maiores do que nossa rede. Nessa jornada vieram muitas pessoas oferecendo ajuda, desde pessoas querendo fazer doces para vender até ONGs que gostariam de dar suporte. Foi incrível e sou grato eternamente a cada pessoa que se mostrou disposta a ajudar!

7) Como você está pensando em aplicar o que aprendeu por lá?

Muitas pessoas acreditaram no potencial que esse projeto tem. Primeiro de tudo, acho que documentar tudo e compartilhar vai ser o primeiro passo. Depois acredito que temos que pensar em formas de repassar o conteúdo e a experiência para as pessoas aqui. Espero que consiga trazer uma forma de adaptar os conhecimentos e metodologias para nossa cultura e assim trazer inovações para nossa educação. Creio que oportunidades vão se abrir com essa experiência onde vamos encontrar caminhos de inovar no Brasil.

Design Thinking pode ser transformador, não é mesmo? Pode nos transformar tanto no nível pessoal quanto nos possibilita a gerar a mudança que queremos para a sociedade. A inovação só faz sentido se for para o bem, se for para valer. Ao Leandro, muito sucesso na sua jornada e que dê o que falar lá na Colômbia!

Se você também quer ir além, o Design pode te ajudar nisso! Não deixe de conferir nosso ebook gratuito Design Thinking na Prática. Um ótimo guia para iniciar sua jornada de inovação e começar aplicar o Design Thinking no seu trabalho, projeto e até na sua vida pessoal. Para baixar, acesse o link aqui.

Se está buscando mudar sua maneira de pensar e quer estar preparado para criar soluções inovadoras, faça como o Leandro e participe do Design Thinking Experience. São 3 dias intensos que lhe darão grande compreensão sobre os princípios do Design Thinking, as principais ferramentas e a possibilidade de participar de 2 projetos reais. O foco é aprender colocando a mão na massa! Para saber mais, acesse nosso site. 😉


foto 3Leandro Dias. 23 anos, Estudante de Ciência e tecnologia na UFABC, entusiasta na educação, embaixador de negócios de impacto social (Movimento CHOICE), cidadão do mundo e mochileiro nas horas vagas.

ebook_idt

Echos

Designing Desirable Futures.

Fique Ligado

    Inscreva-se na newsletter da Echos para ficar acompanhar as novidades da indústria, notícias de inovação e ofertas exclusivas.

    Forgot your password? Click here to reset.

    Presença Global

    © Copyright 2019 Echos. All rights reserved.