A EscolaIn CompanyDesiredMateriaisContato

Como mencionamos no nosso blog, na última quinta-feira tivemos a oportunidade de participar da Semana de Investimento Social do GIFE, realizando um evento muito especial aqui na ECHOS.

Recebemos aqui em nossa casa o PIMP MY CARROÇA, movimento social, cultural e ambiental que atua com catadores autônomos, devolvendo-lhes a autoestima e inserindo-os na sociedade e na economia. Neste momento, a ONG está buscando dar um salto na forma como impactam os catadores.

Querem desenvolver um aplicativo de celular chamado RECO. A função desse aplicativo é aproximar a sociedade dos serviços que os catadores têm para ofertar, buscando otimizar a renda dos catadores e o descarte correto de resíduos por parte da população. Nós da Echos juntamos forças para ajudar o PIMP a colocar a ideia na rua.

Como? Confira o que rolou!

Na primeira parte do evento, tivemos o privilégio de ter a presença do Mundano, “artivista”, fundador do Pimp My Carroça que trouxe dados muito interessantes sobre esse universo. Para se ter uma ideia, segundo dados coletados pela ong, 96% da coleta de material reciclável se dá a partir do trabalho dos catadores. Além disso, um catador ao longo de sua vida útil de trabalho, consegue preservar mais de 100.000 árvores, 900.000L de petróleo, 10.000.000 kwh de energia e 31.000.000L de água. Um baita serviço de utilidade pública!

IMG_1384

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois, com o objetivo de ajudar o Pimp My Carroça nessa empreitada, partimos para a segunda parte do evento: um workshop de inovação utilizando a abordagem do Design Thinking ministrado pelo Gerente de Negócios da Echos – Mario Rosa, com o seguinte desafio:

“Como podemos revolucionar o papel do catador através da tecnologia?”

Ao todo, 40 pessoas estavam presentes, brasileiros e estrangeiros cheios de energia e dispostos a trabalharem juntos nesse desafio!

IMG_1361

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Durante a noite, os participantes tiveram a oportunidade de passar por todas as fases do Design Thinking e tirar do papel uma proposta de solução ao desafio proposto. Depois de 4h, surgiram propostas muito ricas, endereçando novos caminhos para resolver o problema. Os projetos finais trouxeram, sob diferentes perspectivas, modos de humanizar a relação com o catador e integrá-lo à comunidade.

Foi incrível ver os catadores como protagonistas do processo!

Quer conferir como foi o evento? Aperte o play e assista ao vídeo que preparamos para você 🙂

Echos

Designing Desirable Futures.

Fique Ligado

    Inscreva-se na newsletter da Echos para ficar acompanhar as novidades da indústria, notícias de inovação e ofertas exclusivas.

    Forgot your password? Click here to reset.

    Presença Global

    © Copyright 2019 Echos. All rights reserved.